Fragmentos de mim

Às vezes, não sei de mim mesmo, nem como medir ou nomear ou somar
os fragmentos que me fazem tal como sou. 

Virginia Woolf




São tantas pessoas no mesmo corpo que acabo não sabendo quem eu sou,a cada dia uma parte de mim se esvai,cacos do espelho onde vejo várias faces sem saber qual delas é a verdadeira.

Eu não sou mais tão carinhosa,não sou mais tão boba,eu me perdi pensando que com isso tudo estava fazendo bem a mim mesma,mas a verdade é que me afastei da minha essência esqueci de quem eu fui,esqueci de quem eu sou,você já passou por algo semelhante a isso? 

Estou procurando por mim,tentando saber do que eu sou feita  além de carne e osso,tentando entender do que eu sou composta.
querido leitor acredito que um dia vou saber o que me faz ser eu,antes do fim eu vou saber,porque tenho 18 anos e vou "mudar o mundo",tenho 18 anos e vou respirar com toda força que possuo,vou cair,vou errar,vou tropeçar e vou viver
Porque o que faz de nós o que somos são todos os momentos que a vida oferece,no presente que se chama " o agora".

E quanto ao mais,vou me ocupar de viver e mesmo que demore pra eu me encontrar,a menina que eu sou está por aí em um desses caminhos da vida que ainda irei passar,e mesmo estando completamente perdida agora,quem sabe um dia irei me encontrar.

Postagens mais visitadas deste blog

A vida e outras coisas

O monstro da procrastinação

Resenha Meu Coração e outros buracos negros